sábado, 12 de junho de 2010

Amor irreal


Apaixonado ele se dizia,
Felicidade no seu rosto estampava,
A todo tempo me jurou amor.

Minha mãe bem que me falou um dia
Que no amor não acreditava.
E que as juras só duram até o sol se pôr.

Era tudo fantasia!
Do amor eu era escrava.
E a mim restou só rancor.


Raquel de Carvalho

10 contaram o que pensaram:

Sr do Vale disse...

Vim buscar os beijos, que deixou na colina.

Não fique triste o sol se põe e renasce.

Andréa Silveira disse...

Que pena.. uma rima tão triste, amor e rancor.

Lindo como sempre! Bela escolha de palavras.

Obg pela visita! Volte sempre! =)

Bjs querida!

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Raquel,

O rancor com o tempo vai ficando mais leve e todo sentimento volta pro seu devido lugar.

Que maravilha ser recebida aqui no seu blog com tanto carinho.

Espero não perder contato, viu?

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Hoje é dia dos namorados e, como amo criatividade, essa propaganda tem tudo a ver:

http://www.youtube.com/watch?v=M4nFe8WL-wQ

Espero que goste.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

Sylvio de Alencar. disse...

Pois é..., se a menina em questão tivesse amado, sobraria algo mais..., palatável.
Você não acha?

Abrçs.

Anônimo disse...

Nossa por isso dá tanto medo de se apaixonar e tudo não se passar de um teatro!Amei Quequel verdadeiro ele né?????kkkkkkk

disse...

Pois era menina dia dos namorados kkkk quase que eu tbm nao notava rsrs
Já passei tantas vezes por isso que você escreveu..."mas meu coração não se cansa de ter esperança" rs
Bjoo

Raquel de Carvalho disse...

Sr do Vale, é mesmo né... :)

Andréa, obrigada :)

Rebeca, será sempre bem recebida, venha qndo quiser!!! Beijos

Raquel de Carvalho disse...

Sylvio, é...quem sabe né!?! ehehe
Obrigada pela sua visitinha, viu!

Anônimo, é vc, Anninha?? ehehehe

Cá, ainda bem né que temos sempre esperança!!!! ehehehe

Beijos a todos vcs!!!!

Anônimo disse...

Sim sou eu...nem dá mais pra ser anônimo né....tá na cara!!!kkkkk