quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Silêncio, sonhe!



Pausa!
Ouça!
É o silêncio. Psiu!
Ninguém pediu, ele se fez.
Nenhuma palavra ninguém escutou,
Mas alguém sonhou e o rubor condenou timidez.
Quem teve pudor, o silêncio quebrou.



Raquel de Carvalho

2 contaram o que pensaram:

Carlos Lopes disse...

lindo

Raquel de Carvalho disse...

Obrigada, Carlos Lopes!