segunda-feira, 3 de maio de 2010

Amor roubado


Se me dá a mão
Fecho os olhos e vou.
Em você eu confio.
Pra você, meu amor eu dou.
Mas quando abro os olhos...
Decepção!
O meu amor de mim
Alguém roubou.


Raquel de Carvalho

7 contaram o que pensaram:

Juju disse...

Que triste!!!
Mas na mesma intensidade lindo!

Ana B. disse...

triste...
mas o mundo está mesmo assim...
roubam de td x)

=***

Anna Carolinne disse...

É verdade Quequel o duro é quando abrimos os olhos...mas as vezes podemos abrir os olhos e ver que tudo foi de verdade!!!kkkk

Lucão disse...

da proxima vez vc prega uns grampinhos nos "zói" pra não perder um segundo sequer, ta Raquelzinha? :)
hehehe
uma graça.
gostei
beijos, qrida!

pablorochapoesias.com disse...

Mas não roubaram sua poesia, Raquel! Estou encantado com sua singeleza e riqueza poética!
Parabéns poetisa!

Beijos!

Ps: Excelente escolha musical!

tonhOliveira disse...



Prenda-o antes...!

#Amor# entre grades...(?)

Não! Não é nada disso!

Ahhh! Procure um novo AMOR! Ahahah!

É e não é!

bjs!

Raquel de Carvalho disse...

Juju, Ana B., é... o mundo não é feito só de alegrias... ehehehe beijos

Anninha...sempre pensando que o bem existe né!!!! Tá certaaa!

Lucão, tem razão, vou sugerir essa idéia... pq assim nem pisca né...não corre nem o risco! Beijao... Obrigada pela visita, é muito querido aqui!

Pablo, ainda bem que não roubaram! ehehe.E obrigada pelas palavras, fico lisongeada! Volte sempre! Obrigada!

Tonho... tem razão, um novo amor pode ser a melhor solução! ehehehe Suas palavras sempre me divertem!!!! Beijos