segunda-feira, 19 de julho de 2010

Amor recorrente




Do nosso amor apenas uma lembrança:
Um papel escrito nosso nome em cima da estante.
Mas um amor que a gente não se cansa,
E que eu desejo num futuro não muito distante.



Raquel de Carvalho

8 contaram o que pensaram:

Patty disse...

Raquel...
Eu chorei!!!
Mas de esperança!
Lindo lindo poema!
Eu quero um amor não apenas de lembranças...
Bjinhos

Eraldo Paulino disse...

Os verdadeiros amores ficam mesmo gravados em mais coisa do que imaginamos que ficam.

A sensação que dá é que o amor deixa uma janela aberta que nunca é fechada de verdade, né?

Bjs, querida. Lindo!

Luna Sanchez disse...

Erro bom é pra repetir, mesmo! Rá!

=)

Beijo, flor!

ℓυηα

disse...

Lindo! E a nossa melhor companheira...a esperança!
Bjooo linda

Raquel de Carvalho disse...

Patty,
Todo mundo quer, né! ehehe Obrigada, Beijos

Eraldo Paulino,
É sim, eu tb acho! ehehehe Beijos, querido!

Luna Sanchez,
Concordo! :) Beijosss

Cá,
Obrigada, querida! Beijão!

Raquel Diniz disse...

Lindo... em breve vai acontecer de novo vc vai ver.

bjs

Fátima disse...

Que assim seja!

Beijos meu

Raphael Rocha Lopes disse...

Muito bom, muito bonito!! Parabéns!